Acompanhe aqui:

31 de março de 2011

Perigosos como sempre, acordados como nunca

Parece que a câmera do beijo andou filmando a mulher do Artest

Pietro Bass

Pela primeira vez na temporada, o Lakers tem uma série de vitórias realmente excitante pros torcedores do maior time de Los Angeles. O time tem uma sequencia de quinze vitórias e apenas uma derrota, contra o Miami Heat, em Miami, com uma aula de basquete do Wade.

Essa sequencia veio depois do All Star Weekend, que consagrou Kobe mais uma vez como MVP do All-Star Game e viu o astro do primo pobre do Lakers, o rookie Blake Griffin voar sobre carros e pessoas no campeonato de enterradas, jogo dos novatos e no próprimo All-Star Game.

Essa sequencia pode ter vários fatores possíveis: Bynum acordou e começou a pegar muitos rebotes, que estavam sendo disperdiçados pelo Gasol e se tornando rebotes ofensivos adversários, e vem atacando com a mesma eficiência com que defende; Kobe chamando menos pra si os jogos, mas continuando sendo decisivo como sempre, dando mais bolas aos companheiros e parando de chutar 25 ou mais bolas por partida e o último, na minha opinião, o mais importante: Matt Barnes, aquele que joga basquete por prêmio de bom comportamento em alguma cadeia por aí, voltou de contusão e tirou peso das costas do Ron Artest, que estava sobrecarregado, já que Luke Walton não consegue defender nem atacar como um rinoceronte vendado, apesar de ser o único além de Fisher e Kobe a entender o triângulo mais confuso da terra, o de Phil Jackson.

Artest melhorou muito sua performance na defesa do meio da temporada pra cá, e o melhor, vem ajudando com pontos muito importantes em todos os jogos, marcando mais de 10 pontos em vários dos últimos jogos, defendendo e fazendo poucas faltas.

Já era certo o Lakers ficar com a segunda ou terceira seed no Oeste, atrás de Spurs e talvez atrás do Mavs, mas Spurs vem em uma sequencia ruim, sem Duncan e sem motivação, fazendo a chance de primeira seed eminente pro Lakers.

Spurs segue com 57-17 e o Lakers está com 53-20, igualando a campanha do primeiro do leste, o Chicago Bulls, com uma vitória a mais que Mavs e duas a mais que Celtics e Heat.

Mas nada está decidido, Lakers tem uma sequência duríssima e enfrenta o Spurs ainda, talvez pela liderança da conferência oeste.

As sequências dos dois times são:

Lakers: Mavs em casa (confronto direto), Jazz fora, Denver em casa, Jazz em casa, Warriors fora, Blazers fora, Thunder fora, Spurs em casa (confronto direto) e Kings fora.
Spurs: Celtics em casa, Rockets fora, Suns em casa, Hawks fora, Kings em casa, Jazz em casa, Lakers fora (confronto direto) e Suns fora.

Confrontos complicados, mas veremos em breve quem fica com qual lugar nos Playoffs.

Que fim de temporada incrível!

1 comentários :

Concordo contigo. Acho que o Gasol também tirou a ziquizera que pairava sobre ele, e começou a acertar mais no ataque. Não podemos esquecer o Odom que quebrou muitos galhos vindo do banco.

Nessa reta final acho que os confrontos do Lakers são bem mais dificeis que os do Spurs. Vamos ver se ao final desses 8 jogos temos um rolo compressor com pinta de campeão ou um time de volta na crise de identidade.

Luiz Poppi ( @luizpoppi )
Colunista do NBA Blog At The Buzzer (@thebuzzerNBA)
http://atthebuzzer.blog.com

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!