Acompanhe aqui:

28 de março de 2011

O trio do Miami Heat

Nos playoffs, coletividade ou individualismo?

Assim que terminou a partida entre Miami Heat e Houston Rockets, me veio a cabeça fazer um post sobre o trio de Miami: LeBron James, Chris Bosh e Dwyane Wade. A atuação dos 3 foi algo espantoso: todos com pelo menos 30 pontos e 10 rebotes.

Olhando rapidamente esses números, fico pensando: será que jogando assim, tem como parar esse Heat? Nos primeiros jogos, a falta de entrosamento fez com que o time da Flórida chegasse a 9 vitórias e 8 derrotas, fazendo com que as pessoas olhassem de forma desconfiada para o time do jovem treinador Erik Spoelstra. Aos poucos o time foi se encontrando e engatou uma belíssima série de vitórias, entrando na briga, ao lado do Celtics, pela liderança do leste.

Perto do fim da temporada regular, já podemos tirar uma conclusão da equipe. LeBron James, como sempre, chamando mais o jogo para si e sendo o cestinha (média de 26.5 pontos por partida), Wade não fica muito atrás (25.7 pontos por jogo). Só que, apesar dos mais de 18 pontos por partida, muitas críticas em cima de Chris Bosh. O jogador vinha pontuando pouco, soltando muito a bola, sendo um jogador diferente daquele de Toronto. É claro que ele não consegueria repetir boa parte das atuações, mas a torcida, a imprensa pedia mais atitude de Chris. Desde que surgiu aquela notícia que jogadores choraram no vestiário após uma derrota para o Blazers, Bosh mudou totalmente sua atitude em quadra. Começou na vitória sobre o Lakers.

Com um Bosh mais ativo, procurando mais o jogo e finalizando mais, o trio está “afiado”. Os três estão pontuando muito, cada um passando dos 20 pontos. Mas por que o Heat vem sofrendo para vencer suas partidas? A resposta é bem fácil: o banco participa pouco. Mas essa pouca participação não é por estar jogando poucos minutos, mas por estar fazendo poucos pontos. Tem Mike Bibby, Eddie House, James Jones, Mike Miller... não é um banco ruim. Tudo bem que não é o banco que o Erik Spolestra pediu à Deus, mas quebra um galho.

Um banco pouco ativo, força o trio pontuar que nem uns loucos. Isso não é difícil, mas nem sempre isso acontece. Os playoffs estão chegando. Como vai ser esse Miami? Um time totalmente dependente do trio? O banco vai ajudar mais? Quando pegar um time acostumado disputar titítulos, como o Heat vai se portar? É uma incógnita. Tudo pode acontecer.

Retomando aquela pergunta do início: com Bosh, James e Wade jogando muito, tem como parar o Heat? Quero muito ver essa equipe atuar no “mata-mata”. Muitos dizem que agora não há desculpa para LeBron não ganhar um título, que Wade finalmente ganhou companhia de grandes jogadores que tanto queria, então o time tem que render mais, enfim, se espera muito desse time.

O que você acha? Se o trio resolver jogar como jogou contra o Rockets, dá para parar o Heat?

Eu acredito que dá para parar sim, mas é muito difícil. A tática é anular as outras opções do time. Deixa o trio fazendo ponto, mas anulando qualquer outro jogador da equipe. Assim fica complica para eles. Entretanto, quando super estrelas estão naquele dia que até cesta do vestiário cai, a tendência é a derrota do adversário. Até agora, poucas partidas tiveram grande atuação dos 3, sempre um ficou abaixo da média. Isso pode ser determinante para o sucesso ou o fracasso.

São muitas perguntas, muitas dúvidas... o bom de tudo é que os playoffs estão chegando, e todas as dúvidas serão respondidas.É um assunto delicado, não pode se falar se essa equipe vai ou não arrebentar nos playoffs, ou se vai cair rápido.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!