Acompanhe aqui:

30 de março de 2011

O melhor do dia 29 na NBA

Uma derrota totalmente inesperada

LeBron perde para os Cavs

Na segunda partida de LeBron James em Cleveland, o Heat foi surpreendido, e os torcedores dos Cavs, depois de muito tempo, sorriram. Primeiro vamos voltar para aquele 2 de dezembro de 2010. Era a primeira partida de James contra o Cavaliers, o time de Ohio estava 7-10, ou seja, um confronto equilibrado Obviamente o LeBron queria calar aquela torcida que o xingava, o chamava de traidor à todo momento. Ele arrebentou, acabou com o jogo e afundou seu ex-time. Para quem não se lembra, a partir daquele massacre aplicado pelo Heat, os Cavs não se encontraram mais e foi acumulando derrota atrás de derrota. Voltando ao jogo de ontem, as vaias eram as mesmas, mas a vontade do Heat era outra. Eles entraram em quadra, sabendo: o jogo é com a pior equipe da NBA. Não sei se os jogadores se pouparam, mas a única coisa certa era a vontade dos jogadores de Cleveland. Tocos, enterradas, bolas de três, roubadas de bola... tudo feito com enorme vontade pelos jogadores. Eu dizia no twitter: é uma decisão para aqueles jogadores. Vencer LeBron James estava acima de tudo. Quando eu comentei isso, veio um torcedor dos Cavaliers, dizendo: “é isso mesmo, temos que vencer LeBron.” O mais interessante é que o homem que levou seus talentos à South Beach fez um triple-double, mas por ter perdido para seu ex-time, a pior equipe na temporada, isso está sendo deixado de lado. Tem que destacar essa torcida do Cleveland, que sempre lotou a Quicken Loans Arena mesmo com a fase do time. Mas aí, vocês se lembram que eu falei naquele post sobre o Trio do Miami: se uma das estrelas estiver abaixo da média, pode ser bom para o adversário? Pois bem, Chris Bosh, que, além dos vários tocos que tomou, anotou somente 10 pontos. Com um jogo super coletivo, os Cavs venceram apenas pela 15ª vez na temporada, mas essa vitória vale por 20.

Durant cresce na prorrogação

Apesar da força danada que o Thunder fez para perder o jogo, conseguiu, na prorrogação, vencer o Golden State Warriors. O que me impressionou foi a atuação de Kevin Durant nos momentos decisivos da partida. Não se escondeu. Partiu para cima. Para vocês terem uma noção de como Durant jogou demais: ele fez os 8 pontos dos 9 feitos por Oklahoma no Overtime, terminando com 39 pontos. A fase dele é espetacular. Eu mencionei no post sobre a Corrida para o MVP que o Durant não merece MVP agora, pois se tornará o melhor jogador da liga. MVP não vai faltar para ele. Há cada ano ele evolui. Imagine ele daqui 3 anos. Imaginou? Pois é, tenho pena das outras equipes.Outro jovem que teve excelente atuação, foi Stephen Curry, dos Warriors, dono de 35 pontos.

Jogos de terça:

Cleveland Cavaliers 102 x 90 Miami Heat
New Jersey Nets 87 x 112 Houston Rockets
Oklahoma City Thunder 115 x 114 Golden State Warriors
Sacramento Kings 116 x 113 Phoenix Suns

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!