Acompanhe aqui:

24 de março de 2011

O melhor do dia 23 na NBA



Se só teve 2 jogos na terça-feira, 12 jogos nessa quarta-feira. Vamos a eles...

Na briga pela oitava colocação no lado leste, o Indiana Pacers viajou até Charlotte e conseguiu uma belíssima vitória. Agora, só um desastre tira Indiana dos playoffs. Danny Granger brilhou e saiu de quadra com 33 pontos.

Ainda sem Deron Williams (lesionado), o New Jersey foi até Cleveland enfrentar a pior equipe da temporada: os Cavs. O Nets não vencia há 4 jogos, mas, na prorrogação, acabou com essa série. Os destaques de New Jersey foram Brook Lopez, Sasha Vujacic e Kris Humphries, os três com 18 pontos.

Ainda tentando acordar do massacre contra o Bulls, o Hawks viajou até a Philadelphia em busca de uma vitória para dar um novo ânimo. Mas não deu. Com Louis Williams marcando 17 pontos, o Sixers venceu mais uma e praticamente deixa o time em sexto lugar na conferência. Depois de um péssimo início, o Sixers reagiu e reagiu bem.

No primeiro jogo após a notícia que Rudy Gay ficaria de fora do restante da temporada, o Memphis conseguiu uma vitória sobre uma das melhores equipes da temporada, o Boston Celtics. Liderados por Zach Randolph (13 pontos), os Grizzlies conseguiram fazer um bom quarto período e tiraram a vantagem dos Celtics. Os playoffs estão perto, hein, Memphis...

O Miami Heat conseguiu a sexta vitória em 7 jogos e continua brigando pelas primeiras posições no leste. A vítima da vez foi o Detroit Pistons. A vitória foi boa, mas não foi fácil. Com 24 pontos de Wade, 23 de Wade e 19 de LeBron, Miami conseguiu fazer um quarto período impecável e tirou a boa vantagem dos Pistons. Mike Bibby atuou como titular pela primeira vez desde que chegou. Mario Chalmers só retorna daqui duas semanas.

Em um dos jogos mais esperado da noite, o Orlando Magic conseguiu excelente vitória sobre o New York Knicks no Madison Square Garden. O time da Flórida contou com Dwight Howard inspirado (33 pts) e um time com bom aproveitamento nos tiros de três. Mais uma derrota para o time de Carmelo Anthony, que, além da 4ª derrota seguida, o time perdeu a 6ª posição para o Sixers. Comentei com o Fabio Balassiano, do Bala na Cesta que, um time que planejava terminar em 5º, ficar em 7º é um balde de água fria.

Em um jogo de equipes de campanhas ruins, o Sacramento Kings venceu o Milwaukee Bucks, fora de casa por 7 pontos: 97-90. O destaque do time da Califórnia foi Marcus Thornton, autor de 27 pontos. Os 30 pontos de Delfino não foram suficientes para evitar a derrota. Para a imprensa americana, o Bucks foi a maior decepção da temporada, e vai ficar de fora dos playoffs.

Em noite de grande atuação da dupla Kevin Durant e Russel Westbroock, o Oklahoma City Thunder venceu o Utah Jazz: 106-94. Westbroock terminou com 31 pontos, Durant com 29. O cestinha da partida foi Al Jefferson, 32 pontos. As coisas ficaram péssimas em Salt Lake. Com as vitórias de Memphis e Houston, fica difícil para Utah ir aos playoffs. Deron fazendo muita falta!

Com um triple-double de Chuck Hayes, o Houston Rockets não teve problemas para passar pelo Golden State Warriors. Triunfo que ainda permite com que os torcedores dos Rockets sonhem com a pós-temporada. Kevin Martin foi o cestinha do time do Texas com 34 pontos. Por falar em Kevin Martin, é um belo jogador, mas nunca é lembrado por algumas pessoas...

Na volta do Leandrinho a Phoenix, o Raptors bem que tentou, entretanto saiu derrotado. Ficou na frente do placar boa parte do jogo, mas no fim o Suns teve melhor aproveitamento nos arremessos. O brasileiro até que foi bem, terminou a partida com 14 pontos. Andrea Bargnani acabou como cestinha com 27 pontos, mas teve um péssimo desempenho no último e decisivo quarto. Aaron Brooks saiu do banco e anotou 25 pontos para Phoenix.

No jogo que a ESPN transmitiu, o Denver Nuggets cresceu no fim e venceu o time de melhor campanha na atual temporada, o San Antonio Spurs. Um jogo espetacular. Sério, em nenhum momento pensei em ir dormir, mesmo tendo escola bem cedinho. As equipes não estavam bem na defesa, por outro lado, certeiros no ataque. Foram 25 bolas de três em toda partida (13 dos Spurs, 12 de Denver). O Nuggets passou o jogo inteiro atrás no placar e, somente no fim, com bolas de três importantes, virou o marcador. O time ainda busca o 4º lugar na conferência oeste para poder decidir no Pepsi Center. A equipe briga com o Oklahoma City Thunder. O mais legal foi ver o duelo no tapinha inicial entre 2 brasileiros: Splitter e Nenê.

Com triple-double do calouro Blake Griffin, o Los Angeles Clippers sofreu, porém venceu na segunda prorrogação o Washington Wizards.O Staples Center viu a 5ª prorrogação em apenas 2 dias. Griffin anotou 33 pontos, pegou 17 rebotes e distribiu 10 assistências. Outro calouro também roubou a cena, esse pelo Wizards: John Wall anotou 32 pontos e 10 assistências. Na prorrogação, Eric Gordon foi importante com suas bolas de três. Faltando 1 segundo, Gordon acertou uma bola que empatou o jogo. Na segunda prorrogação, só deu Clippers, que venceu por 127-119. Nesse jogo houve mais uma disputa de enterradas. De um lado Griffin, de outro Javale McGee. Eles foram finalistas do concurso de enterradas em fevereiro, e ontem pareciam estar duelando novamente. Asssitam os melhores momentos da partida e vão entender o porque desse comentário.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!