Acompanhe aqui:

28 de março de 2011

Crise? Melo aperta o botão de alerta

"Pô, me deixa voltar pra Denver"

Traduzido e adaptado por Sérgio Júnior

Durante os primeiros 19 jogos como um Knick, Carmelo Anthony demonstrou paciência quando falava sobre as dificuldades de seu time.

Aparentemente, o tempo para paciência acabou. Melo disse que seu time tem de vencer o jogo desta segunda.

“Para nossa própria confiança, nossa própria satisfação, devemos ganhar esse jogo para nós”, Anthony disse após o treino dessa manhã. “Eu acho que se chegarmos ao jogo assim nesta noite, boas coisas acontecerão”.

Os Knicks perderam os seus seis últimos jogos, sendo três para times com aproveitamento menor de 50%. Estão com uma campanha de apenas 7 vitórias nesses 19 jogos desde o dia troca e entram hoje à noite para jogar sendo o 7º na conferência, três jogos à frente de Indiana, o 8º time.

O time teve o domingo de folga depois da derrota por 114 a 106 para o Bobcats no sábado. E pela primeira vez na temporada Mike D’Antoni marcou um treino para a manhã de um dia de jogo.

“Nós não somos um time rime realmente confiante neste momento porque estamos perdendo toda hora” disse Mike. Uma derrota hoje e essa falta de confiança pode explodir.

Os Knicks perderam todos os três jogos para Orlando nessa temporada, o último jogo foi no Garden no dia 23 de Março quando perderam por 111 a 99 após perder o último quarto por 11 pontos. Essa queda no último quarto não foi um caso isolado e vem sendo recorrente nos jogos do Knicks. Outro problema é o time perdendo 8 jogos para times abaixo da classificação.

Carmelo expressou sua confiança que o Knicks irá melhorar seu jogo nessas últimas partidas da temporada.

“Eu e Amare somos dois jogadores que podem fechar um jogo, Chauncey também é um cara que pode fechar os jogos” ele disse. “Estivemos em situações em que fizemos isso antes então temos que descobrir o que realmente está acontecendo no último quarto e fazer o que sabemos.”

O general manager do time, Donnie Walsh, expressou sua preocupação que as 9 derrotas nos últimos 10 jogos esteja afetando seu treinador.

Walsh disse que não é fácil perder em qualquer função da franquia, mas o treinador está na linha de frente e sofre mais. Walsh completou dizendo “Você vai para casa a noite, e não dorme. A única coisa que eu tenho dito para o Mike, ‘Não fique exaustado com isso’, porque a maioria dos técnicos ficam. Eles vão para casa e ficam pensando nisso e não dormem. Alguns deles chegam mais cedo pela manhã e vão além do possível e esse tipo de coisa. Eu espero que ele não esteja fazendo isso porque eu tenho certeza que ele está fazendo tudo o que ele pode."

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!